Antes de comprar material escolar conheça as nossas dicas

Antes de comprar material escolar conheça as nossas dicas

Com o início de mais um ano letivo chega também o momento mais ansiado: a compra do material escolar.

São cadernos, mochilas, lápis e outros itens diversos que acabam por encarecer todo o regresso às aulas.

Aproveitando-se da necessidade e da elevada procura por itens escolares, o mercado aumenta os preços. Isso dificulta ainda mais a aquisição dos mesmos.

Porém, com um pouco de organização e muita pesquisa, é possível encontrar preços mais atraentes. Os mesmos permitem uma poupança considerável no regresso à escola e ao centro de estudos.

Material escolar: Evite a correria do início do ano letivo e invista de forma consciente

Quer aprender a poupar na aquisição do material escolar do seu filho? Separamos para si 7 dicas valiosas que podem tornar o regresso à escola menos dispendioso.

1 – Tenha em mente o que não pode ser exigido

Antes de iniciar as compras do material escolar, os pais devem observar atentamente os itens presentes na lista.

Considere que a escola não pode, determinar os locais onde os materiais devem ser comprados e não deve exigir marcas específicas para os mesmos.

Esta é uma prática abusiva e que não deve ser tida em consideração.

2 – Reaproveite o material escolar em bom estado

Antes de começar a comprar o material escolar verifique o que pode ser reaproveitado do ano anterior.

Materiais como tesouras, um conjunto de lápis de cor, mochila e estojo que estejam em bom estado, devem ser reutilizados no regresso às aulas.

Assim, é possível definir que materiais são realmente essenciais na hora de ir às compras.

Pode eventualmente acontecer o seu filho reclamar por não usar material escolar novinho em folha. Porém, é necessária ponderação para equilibrar os desejos dos mais pequenos e sua situação financeira.

3 – Faça uma pesquisa de preços

Sabia que realizar pesquisas de preços em papelarias, superfícies comerciais ou mesmo online pode significar uma grande poupança no final das compras?

Não vá diretamente à loja mais próxima da sua casa pelo simples fato de ser cómodo.

Várias pesquisas relevam que os preços podem variar até 457% para o mesmo material escolar. Assim, nada como pesquisar um pouco e obter os melhores preços.

4 – Converse com o seu filho na hora da compra

Sabemos que as crianças são apaixonadas por materiais escolares que remetam aos seus personagens favoritos.

Mas nem sempre este tipo de material é o mais adequado ou tem a melhor qualidade (como é o caso das mochilas). A par disso, produtos que contêm licenciamento de marcas, geralmente têm preços mais elevados.

Antes de ir às compras, é essencial que os pais expliquem aos filhos a sua situação financeira.

Ter o hábito de discutir com os mais novos quais são os limites de gastos é muito importante. Planeei a compra do material em conjunto com o seu filho. Isso irá tornar a experiência dele ainda mais agradável.

5 – Evite gastar mais do que precisa

Comprar apenas os materiais escolares que são realmente necessários é a atitude mais adequada, já que a lista costuma ser grande e pode muitas vezes conter materiais que já possui e que podem ser reutilizados.

A dica antes de sair de casa é fazer uma lista real dos produtos que necessariamente devem ser comprados.

6 – Fique atento às embalagens

Colas, tintas, fitas adesivas e outros materiais escolares, devem apresentar informações precisas e claras sobre:

  • Fabricante
  • Composição do produto
  • Forma de armazenagem
  • Prazo de validade

A par disso devem indicar principalmente se oferecem algum risco ao consumidor.

7 – Não deixe tudo para a última hora

Com a alta procura de materiais escolares na época do regresso às aulas, é importante não deixar esta tarefa para a última hora.

Caso contrário, poderá correr o risco de ter que pagar mais por alguns itens, ou haver um problema de stock.

Não se esqueça de, no final da compra, exigir a fatura com o NIF de todos os produtos adquiridos. Eles devem estar corretamente descritos, para que possa posteriormente deduzir os mesmos em sede de IRS.

Além disso, a fatura discriminada é a sua garantia em casos de troca do material escolar.

Agora que já sabe o que considerar na hora de comprar o material do seu filho, coloque essas dicas em prática e faça boas compras!

ano letivo, comprar material escolar, material escolar, poupar no regresso às aulas, Reaproveite o material escolar, regresso à escola, regresso às aulas


Somos um centro de estudos em telheiras, onde o nosso foco é a sua Família e os desafios com que se depara. Assim, oferecemos-lhe uma resposta especializada, multidisciplinar e flexível, adaptada aos seus horários e necessidades.