Dicas simples para poupar no regresso às aulas

Dicas simples para poupar no regresso às aulas

Com o fim das férias e início de mais um ano letivo, muitos pais começam a preocupar-se com a compra do material escolar. Para famílias que têm mais de um filho na escola, essa tarefa pode tornar-se um verdadeiro pesadelo para o orçamento. Assim, saber como poupar no regresso às aulas é fundamental.

De entre os itens necessários, além do material escolar, muitas vezes encontram-se peças de vestuário e calçados novos. Assim, se os pais não souberem organizar-se, poderão gastar muito mais que o necessário.

Para evitar que isso aconteça, e para perceber como poupar no regresso às aulas, existem algumas dicas que certamente irão ajudar.

Regresso às aulas: 8 dicas a ter em consideração para poupar

Poupar no regresso às aulas e ao centro de estudos não é nenhuma missão impossível. Através de dicas simples e planeamento, é possível comprar todo o material necessário, sem prejudicar o orçamento.

1 – Faça uma lista com os materiais necessários

Fazer uma lista do que deverá comprar pode parecer irrelevante, mas irá ajudar a poupar no momento da compra.

Isso porque se for às compras sem antes determinar o que é preciso, terá grandes hipóteses de gastar mais do que o necessário.

Faça uma lista detalhada com todos os itens e materiais necessários para este ano letivo. Dessa forma irá gastar de forma mais consciente, adquirindo somente o que for preciso.

2 – Delimite o valor máximo que pretende gastar

Tendo a lista de materiais na mão é mais fácil estimar a quantia que terá que despender. Determinar um limite máximo de gastos é uma ótima estratégia para não estourar o orçamento.

Isso também irá motivar a encontrar alternativas mais baratas quando for às compras.

3 – Reaproveite materiais dos outros anos

Uma forma bastante eficaz de se poupar no regresso às aulas é fazer um inventário dos materiais que os seus filhos já têm.

Antes de ir às compras, separe um dia com os pequenos para verificar os armários e decidir o que pode ser reaproveitado.

Materiais com maior durabilidade como mochilas, estojos, réguas e até canetas podem ser reutilizados por mais de um período letivo. Fazer esta tarefa junto com os seus filhos irá ensiná-los a poupar desde cedo.

4 – Organize grupos de trocas

Uma coisa é certa! Não é a única pessoa que deseja poupar na hora da compra do material escolar. Já que a união faz a força, que tal juntar-se a outros pais e organizar grupos para trocar materiais?

Pode trocar livros escolares com alunos mais velhos e que já se encontrem noutros anos, ou até mesmo roupas que já não lhes servem.

Dessa forma poderá economizar e auxiliar os outros pais da sua comunidade.

5 – Pesquise os preços

Muitas vezes, para facilitar a tarefa de comprar o material escolar, acabamos por comprar todos os itens no mesmo lugar. Se quiser poupar, não faça isso.

Pesquisar os preços é fundamental para escolher a opção mais em conta.

Muitas vezes é possível encontrar produtos até 13% mais baratos em lojas online, quando comparados às lojas físicas.

Portanto, deixe a preguiça de lado e pesquise no maior número de lojas possível.

6 – Não deixe as compras para a última hora

Essa dica faz parte do planeamento prévio. Não opte por comprar os materiais todos de uma vez. Aprenda antes a fazer orçamentos e fique de olho nos saldos.

Nessa época é comum as lojas anunciarem promoções e saldos, e se já fez uma pesquisa de preços anteriormente, irá saber quais são as melhores ofertas.

Portanto, comece planear e fazer as compras com antecedência, essa é uma ótima maneira de se poupar no regresso às aulas.

7 – Aposte nas marcas brancas

Comprar os materiais na companhia dos filhos pode ser uma tarefa difícil, especialmente para o seu bolso.

As crianças tendem a escolher os produtos mais caros, que possuam os seus personagens favoritos, e nessa hora não é nada fácil ter que dizer “não” aos mais pequenos.

Por isso é importante conversar com os seus filhos, e chegarem a um acordo. Pode ceder e comprar um item que ele mais deseja, e investir em marcas brancas no restante material escolar.

Lembre-se sempre de avaliar a qualidade e durabilidade dos produtos antes de comprar.

8 – Não se esqueça de pedir a fatura

As despesas de educação podem ser deduzidas na declaração do IRS. Dessa forma, é importante pedir a fatura com NIF no momento da compra do material, o que certamente irá ajudar a poupar neste início de ano letivo.

Como pode ver é possível poupar na compra do material escolar. Ao seguir estas dicas irá ser mais fácil aprender a poupar no regresso às aulas! E, certamente o seu bolso irá agradecer.

ano letivo, ano letivo 2019 / 2020, dicas de poupança, inventário de material escolar, lista de materiais escolares, livros escolares, material escolar, orçamento, poupar no regresso às aulas, regresso às aulas


Somos um centro de estudos em telheiras, onde o nosso foco é a sua Família e os desafios com que se depara. Assim, oferecemos-lhe uma resposta especializada, multidisciplinar e flexível, adaptada aos seus horários e necessidades.