Erros que os pais cometem com os mais novos no natal

Erros que os pais cometem com os mais novos no natal

Erros que os pais cometem? Tenha calma e leia até ao fim que não é assim tão mau como pensa.

Errar é humano! E, nesta altura, que acaba por ser uma das mais aguardadas pelas crianças, pode ser difícil tratar das prendas, da consoada e mesmo da decoração sem perder a cabeça.

Na maioria dos casos os pais não pensam nos erros que estão a praticar. Querem agradar às crianças (e à restante família) e proporcionar-lhes uma noite mágica. No entanto acabam por se esquecer de alguns pontos muito importantes.

Erros que os pais cometem no Natal: Conheça os principais (e não entre em stress)

Sabemos que esta é uma altura em que os adultos costumam sentir pressão. Organizar a vida laboral, a família, comprar as melhores prendas, prepara a casa para receber a família e os amigos.

Assim, hoje damos-lhe a conhecer os 3 erros mais comuns nesta época natalícia. E, o melhor de tudo, é que lhe dizemos como os pode evitar.

1 – Consumismo 

As crianças a partir de novembro são bombardeadas com anúncios de brinquedos, consolas, jogos e artigos tecnológicos.

E, é a partir desta época que começa a construção de uma lista indeterminável de presentes que defendem que realmente querem ou precisam.

Provavelmente vai tentar responder às expectativas e compra o máximo de artigos desta lista. E, o primeiro erro começa aqui.

Tem de perceber que a felicidade não está no número de brinquedos que a criança recebe. Até porque, dessa lista infindável de brinquedos possivelmente só 3 ou 4 é que realmente fazem sentido para o seu filho.

Este ano mude a estratégia. Ofereça 2 ou 3 presentes que o seu filho realmente quer ou precisa. E, brinque com ele quando os receber.

Tire o máximo proveito dessas prendas e ao longo do ano presentei-o com as restantes, se achar que o deve fazer.

Assim o seu filho irá dar mais valor ao que recebeu! E desse modo o seu presente não será só mais um brinquedo na prateleira.

2 – Atenção e dedicação 

Involuntariamente em muitas famílias o Natal torna-se uma competição: quem é que faz a melhor comida, quem é que dá os melhores presentes, quem tem a melhor decoração…

Normalmente nesta competição só entram adultos, que se focam tanto em ser os melhores que se esquecem de como podiam estar a aproveitar a época natalícia com as crianças. O natal deveria ser altura para passear e a mostrar-lhes que esta é uma época de amor e solidariedade.

Marque a diferença, foque-se no verdadeiro espírito do Natal. Faça voluntariado com as crianças, aproveite as feiras de Natal da sua cidade e divirta-se em família.

3 – Onde está o Pai Natal? 

Fazer as crianças acreditar no Pai Natal não é necessariamente mau. É uma forma de estimular a imaginação e a criatividade dos mais novos.

Para além disso as crianças tendem a portar-se melhor por acreditarem que o Pai Natal só recompensa quem se porta bem. O erro que os pais cometem aqui é insistir com os jovens que esta figura natalícia existe, quando estes se começam a aperceber de que é apenas ficção.

Quando as crianças perceberem que os pais lhes estão a mentir ou a enganá-las podem ficar desiludidas e magoadas.

Acompanhe o crescimento do seu filho e adeque a magia do Natal à idade do mesmo. Mas, lembre-o de que o que mais importa é o amor, amizade e solidariedade.

Aprenda com os erros que os pais mais cometem e lembre-se do verdadeiro espírito de Natal. Procure estar em família e ofereça amor e atenção aos seus filhos.

acreditar no Pai Natal, Atenção e dedicação, Consumismo, erros no natal, Erros que os pais cometem com os mais novos no natal, férias de natal, magia do Natal, natal, Onde está o Pai Natal?, pai natal


Somos um centro de estudos em telheiras, onde o nosso foco é a sua Família e os desafios com que se depara. Assim, oferecemos-lhe uma resposta especializada, multidisciplinar e flexível, adaptada aos seus horários e necessidades.