Como escolher a ocupação para os tempos livres do seu filho

Como escolher a ocupação para os tempos livres do seu filho

Nem sempre é simples escolher a ocupação para os tempos livres das crianças. Por isso, é importante saber os pontos mais importantes a serem considerados no momento da escolha.

Hoje em dia, a rotina das crianças não se resume somente ao período dentro da sala de aula.

Atividades extracurriculares são cada vez mais comuns e importantes no enriquecimento da formação da criança. Modalidades desportivas, aulas de música, teatro, dança, pintura, entre outros, constituem uma vasta gama de opções para preencher a rotina das crianças e jovens.

Estas atividades são oferecidas pelas escolas, podendo também ser encontradas noutras instituições especializadas (como no nosso centro de estudos).

Com esta diversidade de opções, a escolha de atividades para ocupação de tempos livres que mais se enquadram no perfil da criança pode tornar-se uma tarefa difícil para os pais.

Assim, deve considerar alguns pontos fundamentais no momento da escolha. Hoje explicamos-lhe quais.

Ocupação para os tempos livres: Qual a atividade mais adequada para o seu filho

Inicialmente deve ter em mente se há um propósito na atividade escolhida, ou simplesmente se está a tentar preencher um período vago na rotina da criança.

Não é sábio obrigar o seu filho a praticar qualquer atividade que nada agrega na sua formação. Ou que ele não goste.

Obrigar a criança a realizar tarefas que não lhe tragam sensação de bem-estar, somente vai fazer a experiência tornar-se frustrante e cansativa. Além disso, poderá criar uma barreira para possíveis novas experiências.

Por isso, é importante incluir a criança no momento da escolha da ocupação para os tempos livres. Leve em consideração as suas vontades e aptidões.

Aos pais, cabe o papel de conselheiros. Devem orientar o jovem em relação ao que mais lhe pode ser agradável, direcionando melhor a sua decisão.

O desporto ajuda a desenvolver maior coordenação, disciplina, condicionamento físico e senso de cooperação.

Já atividades artísticas como dança, teatro e pintura, afloram a sua sensibilidade e proporcionam à criança maior desenvoltura.

Aulas de idiomas ajudam na capacitação para o seu futuro profissional.

Outro fator importante a ser observado é se as atividades não acabam por sobrecarregar o seu filho.

Os pais devem estar atentos às mudanças de comportamento, já que pode ser um indício de que a atividade não está a ser benéfica na rotina da criança.

Se perceber que ele aparenta estar cansado ou stressado, é o momento de reavaliar e desacelerar a rotina. Isso para não prejudicar a saúde física e mental da criança.

A influência que os pais podem exercer no momento da escolha

Os pais procuram sempre o bem-estar dos seus filhos. E como adultos, acabam por ser um dos maiores responsáveis em relação às melhores escolhas na vida das crianças.

Porém, apesar das crianças não terem um discernimento muito amadurecido, elas já possuem traços de personalidade próprios. Assim, os mesmos devem ser respeitados e levados em consideração no momento da escolha da atividade.

É comum que os pais transfiram as suas vontades, sonhos e preferências para os filhos.

Entretanto, esta influência, quando exagerada, pode ser negativa. Além disso, pode gerar conflitos e desgaste na relação entre pais e filhos.

Para que isso não ocorra, os pais devem se abster e estar atentos às vontades e características únicas dos seus filhos. Esse deve ser o principal motivador na hora de decidir em qual ocupação para os tempos livres matricular a criança.

O segredo, portanto, está no equilíbrio em que a influência é exercida. á que os pais são espelhos no molde do comportamento da criança.

Vale ressaltar que os pais não devem esquecer-se da importância do período em família e da liberdade que esta criança deve ter para os seus momentos de lazer.

Deve-se dosear de forma equilibrada o que irá fazer parte da rotina da criança. Trabalhem também para fortalecer os laços familiares e proporcionar maior estímulo e vontade no desempenho das atividades.

Assim, a ocupação para os tempos livres, quando bem escolhida, gera inúmeros benefícios e diversão para os pequenos. Além de ter a capacidade de proporcionar experiências desafiadoras.

atividades artísticas, atividades extracurriculares, Aulas de idiomas, decisão, desenvoltura, desporto, extracurriculares, futuro profissional, ocupação para os tempos livres, sala de aulas, tempo livre


Somos um centro de estudos em telheiras, onde o nosso foco é a sua Família e os desafios com que se depara. Assim, oferecemos-lhe uma resposta especializada, multidisciplinar e flexível, adaptada aos seus horários e necessidades.