Sabia que pode e deve falar com o professor do seu filho frequentemente?

Sabia que pode e deve falar com o professor do seu filho frequentemente?

Não sou mãe – ainda 🙂 –, mas acredito que a gestão do tempo entre família/trabalho não seja tarefa fácil e que inevitavelmente alguns “assuntos” acabam por ficar para segundo plano.

Infelizmente, a escola é, por vezes, uma delas. Quantas vezes já pensou ir à escola e falar com o professor do seu filho? Quantas vezes já o fez realmente?

A verdade é que esta questão fica para trás pois os pais acreditam no trabalho do professor. Ou porque acreditam que é o “trabalho” do filho e que ele dá conta do recado.

Mas, a verdade é que ainda há muitos pais que, se for preciso, conhecem pessoalmente os professores dos seus filhos somente no final do ano letivo. Ou o ano termina e não o conhecem de todo! Confesso que me faz imensa confusão e isso acontece por vezes com alguns alunos do Centro Ser Mais!

Falar com o professor: Todos os pais o deviam fazer!

Pois bem, por melhor aluno que seja o seu filho, isso não chega! O envolvimento da família na vida escolar é fundamental para o desenvolvimento dele.

A participação da família é importante e nada mais eficaz do que começar por falar com o professor do seu filho para descobrir como e em que é que pode ajudar. Sim, nós enquanto pais podemos e devemos ajudar os nossos filhos a serem melhores diariamente!

É verdade que a família, principalmente nos nossos dias em que ambos os pais trabalham e que por vezes o tempo é muito escasso, tem de contar com a escola para cuidar dos seus filhos.

No entanto essa responsabilidade tem de ser, obrigatoriamente, partilhada. Os pais não podem delegar essa função somente na escola.

Assim sendo, como começar, então, a conversa com o professor? Sabe se o seu filho se prota bem na sala de aulas? Várias são as formas que se encontram hoje ao dispor do encarregado de educação: caderneta do aluno, a hora de atendimento semanal ou mensal, o telefone, a hora de entrada e saída da escola…

Como vê oportunidades não faltam, basta querer.

Lembrem-se acima de tudo que o facto de se mostrarem interessados pelo desenvolvimento escolar do vosso filho é o primeiro passo para que ele melhore na escola (independentemente de já ser um bom aluno).

O que questionar ao professor?

Se quer falar com o professor do seu filho, mas não sabe como abordar o tema, deixo-vos aqui 10 questões que podem servir de ponto de partida:

  • O meu filho participa nas aulas?
  • Como é o relacionamento do meu filho com o professor, com os colegas, com as auxiliares, com a escola em geral?
  • Poderei ajudar nos trabalhos de casa?
  • Como ajudar nos trabalhos de casa?
  • Como me posso envolver na escola? De que forma?
  • Com que frequência envia trabalhos de casa?
  • Qual é o calendário das Atividades Escolares (festas, comemorações)?
  • Qual a melhor forma de entrar em contacto com o professor?
  • Como serão geridas as avaliações? Quantas por período? Datas?
  • Como pode justificar as faltas? Quantas faltas pode dar?

Acredite que parar um pouco e falar com o professor do seu filho pode ser o ponto de partida para um melhor desenvolvimento escolar do mesmo.

E, se seguir as nossas dicas, vai ser muito mais simples!

ano letivo, aprender, aprender a brincar, desenvolvimento escolar, diretor de turma, encarregados de educação, escola, falar com auxiliares, Falar com o professor, falar com professores


Somos um centro de estudos em telheiras, onde o nosso foco é a sua Família e os desafios com que se depara. Assim, oferecemos-lhe uma resposta especializada, multidisciplinar e flexível, adaptada aos seus horários e necessidades.