Será que os seus filhos têm realmente a noção da importância da escola?

Será que os seus filhos têm realmente a noção da importância da escola?

Contrariamente ao que desejamos, a grande maioria das crianças não tem a mínima noção da importância da escola nas suas vidas.

Mas, com a entrada no 1º ciclo, muitas são as dúvidas e expetativas dos pais em relação ao desempenho escolar dos seus filhos.

Não há dúvida que todos os pais querem o melhor para os filhos e com a escola não é exceção.  Quando esta fase efetivamente começa, também aqui esperam que os mesmos não só venham a ser bons alunos, como também alunos dedicados.

Mas por vezes quando as matérias começam a complicar-se e exigem maior concentração e dedicação por parte dos alunos, o cenário altera-se e é aqui que fica difícil perceber o que fazer para inverter a situação.

Neste caso, para muitas crianças é difícil não só perceber a importância da escola, como também o motivo pelo qual têm de aprender determinada matéria já que não vai ter grande impacto nas suas vidas.

Mas, saiba que enquanto pai, tem a possibilidade de mudar esta perspetiva. Nós no centro de estudo vamos diariamente fazendo a nossa parte nesse sentido. Ora veja tudo de seguida.

Importância da escola: Será que os nossos filhos a compreendem?

A verdade, é que antes demais, enquanto pais devemos desde cedo proporcionar um ambiente de estudo adequado em casa.

É importante, mesmo quando eles ainda são pequeninos – 4/5 anos –, habituarem-se a ter um espaço em casa para aprender coisas novas e que o reconheçam como tal no futuro.

Quando a criança chega à idade escolar, vai com certeza escolher esse local como o ideal para fazer os trabalhos de casa ou estudar.

Claro está, que é sempre importante que os pais o acompanhem nesse processo e acreditem que as dificuldades são muitas vezes ultrapassadas, ou até mesmo evitadas, se desde tenra idade explicarem a importância da escola e de estudar para a vida futura da criança.

Contudo, se as dificuldades persistem, o importante é não desistir. Muitas vezes, a distração aparente, as notas mais baixas ou a tristeza podem ter motivos associados e cabe-nos a nós perceber quais são.

Isto porque, em determinadas idades, é simples perder o foco e não considerar de todo a importância da escola.

Desse modo, alguns pontos a considerar no caso de verificar que algo não está bem são:

  • Conversar com o seu filho para perceber o porquê das dificuldades: “O que é que se anda a passar para andares mais distraído?”, “Aconteceu alguma coisa na escola?”
  • Fazer uma retrospetiva da vossa vida nos últimos tempos a fim de perceber se houve algum acontecimento que possa ter desencadeado essa falta de atenção ou interesse
  • Entrar em contacto com o Professor Titular ou com o Diretor de Turma e marcar uma hora de atendimento – lembrem-se que o envolvimento escola/família é fundamental

Não faça do castigo uma rotina punitiva

Contrariamente ao que possa pensar, quando queremos transmitir aos nossos filhos a importância da escola e dos próprios estudos, a verdade é que as rotinas punitivas não podem ser uma contante nas suas vidas.

Dessa forma, é importante evitar o castigo e a punição.

Enquanto pais valorizem sempre a Educação pela Positiva – procurem sempre recompensar o esforço através de elogios, do reconhecimento, de pequenos prémios como mais 15min de T.V. (em vez de a “tirar” por completo), um passeio no fim de semana ao local preferido dele, ser ele a escolher o jogo para jogar em família, ser ele a escolher a comida na 6f…

Para além de tudo isto, é fundamental darem o “exemplo” aos vossos filhos. Ou seja, não os queiram pôr a estudar, principalmente os mais pequeninos, enquanto assistem a um filme ou um jogo na televisão, por exemplo.

Nessa altura, arranje qualquer coisa para fazer (organizar contabilidade, porque não, ou ler um livro/jornal) e sente-se com ele, vai ver que atitude muda completamente.

“Aprender” é desenvolvermo-nos, é tornarmo-nos adultos mais capazes. Ajudem os vossos filhos a olhar para a escola de uma forma mais positiva.

Só dessa forma eles vão conseguir efetivamente perceber não só a importância da escola, como criar hábitos de estudo de excelência.

aulas, castigar, castigos, dificuldades a estudar, disciplinas, educação positiva, escola, estudar, estudos, hábitos de estudo, importância da escola, matérias, parentalidade consciente, parentalidade positiva, rotina


Somos um centro de estudos em telheiras, onde o nosso foco é a sua Família e os desafios com que se depara. Assim, oferecemos-lhe uma resposta especializada, multidisciplinar e flexível, adaptada aos seus horários e necessidades.