Como mostrar aos mais pequenos que estudar é divertido

Como mostrar aos mais pequenos que estudar é divertido

Um dos maiores desafios de pais com filhos que estão no início da vida escolar é incentivá-los a manter uma rotina de estudos. É natural que os mais pequenos demonstrem maior resistência para estudar. Isto porque não conseguem perceber que estudar é divertido.

As crianças precisam começar a aprender desde cedo a desenvolver senso de responsabilidade e hábito de estudos. Os pais, juntamente com os professores e explicadores do centro de estudos, são os responsáveis por este ensinamento.

Porém, não pense que o seu filho irá apreciar o momento de estudos, simplesmente se o obrigar a isso.

Incentivar e demonstrar aos pequenos que estudar é divertido, é uma tarefa que exige paciência e dedicação. É preciso compreender a personalidade da criança, para desse modo poder desenvolver métodos de estudo eficientes e adequados.

Lembre-se que atividades lúdicas ajudam a fixar o conhecimento e despertam a atenção das crianças pelos estudos. Assim vamos listar algumas práticas que os pais podem trabalhar com os filhos de forma a motivá-los a estudar.

Estudar é divertido: Como incentivar os mais novos a estudar

Conforme mencionado anteriormente, as crianças mais novas podem apresentar maior resistência e dificuldade de concentração na hora de estudarem.

É preciso ter em mente que as crianças ainda não têm habilidades para se manterem concentradas por muito tempo. Daí a importância de fazer com que o momento de estudos seja dinâmico e divertido. Afinal, as crianças devem compreender que estudar pode ser divertido.

É possível criar um ambiente lúdico e descontraído para que as crianças sintam prazer em estudar. Conheça algumas dicas que vão ajudar.

1 – Aposte em recursos visuais como forma de incentivo

Uma maneira fácil e que pode ser muito eficiente para incentivar as crianças na hora dos estudos é a utilização de recursos visuais. Crie, juntamente com os seus filhos, quadros de metas semanais de estudos.

Pode abusar da criatividade e das cores. Além disso, é ainda possível personalizar o quadro com os personagens favoritos do seu filho. É importante, ainda, que o quadro fique num local visível para a criança.

Leiam em conjunto as metas diárias de forma a que eles compreendam as atividades que devem cumprir naquele dia.

2 – Reconheça o esforço do seu filho e celebre cada meta atingida

Esteja sempre atento ao desempenho escolar do seu filho, e demonstre reconhecimento sempre que ele atingir uma meta, como uma boa nota, por exemplo.

Use palavras de incentivo e encorajamento como “eu sabia que eras capaz” (a Tiketa tem um conjunto de frases motivacionais muito giras). É importante que a criança se sinta segura para superar desafios, e entenda que o seu esforço é recompensado.

Caso a criança tire uma nota abaixo do que o esperado, deve continuar a incentivá-la para seguir em frente. Além disso, jamais a compare com outros colegas de escola.

3 – Transforme a hora de estudos numa atividade lúdica 

É possível fazer com que a hora de estudar não seja cansativa e maçante para os mais pequenos. Para isso, os pais devem apostar em atividades lúdicas e brincadeiras que estimulem o raciocínio.

Assim, as crianças vão desenvolver maior atenção e curiosidade relativamente ao conteúdo apresentado, despertando o desejo de conhecimento e provando que estudar é divertido.

As opções são inúmeras, como quebra-cabeças, dominós, caça-palavras, e muitos outros. É interessante ainda utilizar elementos de craft e artesanato como massinhas, tintas, panos, papéis…

Pode comprar um jogo já pronto, ou montá-lo com seu filho. Mas lembre-se sempre que é importante respeitar a faixa etária da criança. Existem ainda diversos recursos e jogos na internet que trabalham o raciocínio e estimulam o cérebro dos mais pequenos.

4 – Em algumas ocasiões pode até oferecer-lhe uma recompensa

Este é um método que não deve ser utilizado sempre. Mas é interessante aplicá-lo em algumas ocasiões. Por exemplo, quando a criança tem algum teste de uma matéria mais difícil pode incentivá-la com uma recompensa.

Quanto maior a dificuldade da criança em relação a alguma disciplina, maior será sua resistência em estudá-la. Nestes casos, pode oferecer um prémio de acordo com o desempenho do seu filho. Porém não torne isto um hábito.

O objetivo é que a criança supere as dificuldades e compreenda que é capaz de vencer os desafios quando se esforça para tal.

Agora que já conhece estas dicas, coloque-as em prática e mostre ao seu filho que estudar é divertido e que não precisa ser uma obrigação chata!

ano letivo, Aprendizagem lúdica, atividades lúdicas, diversão, escola, estudar, estudar é divertido, Método de estudo, regresso às aulas, rotina de estudos


Somos um centro de estudos em telheiras, onde o nosso foco é a sua Família e os desafios com que se depara. Assim, oferecemos-lhe uma resposta especializada, multidisciplinar e flexível, adaptada aos seus horários e necessidades.