Resiliência: o que é e como a promover nos adolescentes

Resiliência o que é e como a promover nos adolescentes

Falar de adolescentes é também sinal de falarmos de resiliência. Ou pelo menos deveria ser.

De forma muito simples a resiliência é tão somente a capacidade de uma pessoa lidar com os problemas, adaptar-se às mudanças, superar obstáculos, resistir a situações adversas (choque, stress, evento traumático…) sem daí desenvolver problemas psicológicos, emocionais ou físicos.

Uma pessoa resiliente acaba sempre por encontrar algumas soluções estratégicas para enfrentar e superar as adversidades!

Assim, é simples perceber que enquanto pais (e responsáveis por centro de estudos) precisamos de promover juntos dos nossos filhos esta capacidade estratégica.

Pois apenas dessa forma garantimos que no futuro os mesmos consigam enfrentar os problemas que vão aparecendo.

Resiliência: dicas úteis para criar adolescentes resilientes

Tal como dissemos anteriormente a resiliência é um dos pontos que devemos desde cedo ensinar aos nossos filhos.

Isto porque, eles vão crescer, vão ter de enfrentar as próprias decisões e precisam estar preparados para lidar com imprevistos.

Assim, veja algumas dicas interessantes e que pode implementar na sua família.

1 – A importância da amizade

Ora bem, não existe nada mais fortalecedor no mundo que a verdadeira amizade. Aquela que sabemos que independentemente do que aconteça, nunca estaremos sozinhos.

E, muitas vezes isso é o que basta para não irmos ao fundo. Ensinar desde cedo aos seus filhos a importância de ter amigos, é essencial.

Eles precisam saber que têm sempre outras pessoas, que não os seus familiares, para os apoiar. E, além disso, os mesmos fortalecem a resistência e resiliência uns dos outros (sem que se apercebam).

2 – A importância de ajudar os outros

Ensine o seu filho sobre a importância de ajudar os outros. Porquê? É simples! Ao ajudar uma pessoa que necessita, o seu filho irá estar a ver que a vida não é perfeita e que eventualmente todos vamos precisar de ajuda.

E, quanto mais cedo ele tiver a noção que a vida não é um mar de rosas, mais simples vai ser lidar com um imprevisto ou frustração (independentemente do tipo de imprevisto que é).

3 – As rotinas são importantes

Pode parecer estranho falar de resiliência (ou seja, da capacidade de lidar com os imprevistos) e dizer que as rotinas são importantes.

Ora bem, estabelecer uma rotina é importante para que qualquer pessoa se sinta segura e confiante. Encoraje o seu filho a ter a sua própria rotina de forma a poder lidar com os imprevistos de forma mais confiante.

4 – Mas as quebras na rotina também

Se quer mesmo testar e melhorar a resiliência do seu filho, nada mais importante que quebrar as rotinas de vez em quando.

E porque é que é importante? Porque é contraproducente incentivar uma criança a estar sempre a cumprir horários.

Apresentar-lhe quebras na rotina é uma forma de fomentar a sua capacidade de abstração, mas também de lidar com os imprevistos.

A par disso, é importante que esteja de “olho” no que o seu filho vê ou ouve online.

Estamos numa altura em que o acesso à internet é massificado e existe por isso a necessidade de perceber se existe alguma notícia que o deixe apreensivo ou com medo.

5 – Desenvolver a autoestima

Sempre que possível ajude o seu filho a recordar-se de situações mais complicadas que tenha conseguido ultrapassar. Desse modo, irá mostrar-lhe que ele consegue sempre ultrapassar as situações, por mais adversas que pareçam na altura.

Além disso, relembrar-lhe esses sucessos vão dar-lhe bagagem para lidar com outros desafios no futuro.

Ensine-o a ter confiança em si próprio para tomar decisões e resolver problemas. Mesmo que ele lhe peça ajuda, é importante que esta capacidade vá sendo fomentada de forma gradativa ao longos dos anos.

6 – Criar metas e objetivos

Este é talvez um dos pontos mais importantes no desenvolvimento da resiliência nos jovens e adolescentes. E porquê? Porque nós enquanto adultos sabemos que o caminho até alcançar determinado objetivo não é uma linha reta.

Bem sabemos que precisamos de nos esforçar, fazer sacrifícios, ter ideias luminosas… enfim…

Assim, ajudar o seu filho a criar metas e objetivos vai ajudar a que ele se esforce para conseguir alguma coisa.

E, desse modo, irá também ajudá-lo a desenvolver várias capacidades que vão com toda a certeza dar-lhe jeito quando for mais velho.

Como vê a resiliência é algo que é necessário implementar logo do berço. Isto porque temos a certeza que quer criar um filho que sabe como dar a volta a uma situação menos favorável.

E, se enquanto pai não fomentar essa valência, dificilmente o seu filho será um adulto alinhado e de bem com a vida!

adaptar-se às mudanças, alcançar determinado objetivo, autoestima, criar adolescentes, criar adolescentes resilientes, lidar com imprevistos, lidar com os problemas, metas, objetivos, resiliência, superar obstáculos


Somos um centro de estudos em telheiras, onde o nosso foco é a sua Família e os desafios com que se depara. Assim, oferecemos-lhe uma resposta especializada, multidisciplinar e flexível, adaptada aos seus horários e necessidades.